Inveja e Mágoa

22/05/2017

   Eu sou evangélica, creio em Deus, creio em Jesus e creio na mudança em que o Espírito Santo pode fazer na nossa vida a partir do momento em que o convidamos para fazer parte dela. Só que somos humanos, feito de carne, osso e temos defeitos e dificuldades (muitas dificuldades) como qualquer um.

   Eu já li uma frase de Zuenir Ventura, onde ela explica a diferença do ciúme, da inveja e da cobiça e achei interessante colocá-la aqui:

   "Ciúme é querer manter o que se tem; cobiça é querer o que não se tem; inveja é querer que o outro não tenha".

   Eu já tive os três e o mais difícil pra mim foi reconhecer o que estava sentindo, pois a gente fica inventando desculpa muitas vezes pra provar de que estamos certos.

   E o meu testemunho é que eu consegui vencer estes três sentimentos e sentimentos de mágoa também em diversos momentos da minha vida.

   Bom, como já disse, precisei reconhecer que estava com estes sentimentos enjaulados em meu coração. Pronto, reconhecido o problema eu orei. Sim, eu falei com Deus sobre isto e falei assim: Pai, me liberta deste mal que estou sentindo, me ajuda a resolver isto dentro de mim. E foi legal, pois um dia eu estava vendo um programa de TV (eu não lembro o nome do programa), mas eu nunca tinha visto e depois nem marquei o canal em que vi para assistir mais vezes aquela pastora falar, ela muito sábia.

   Ela começou a falar sobre orar por nossos inimigos. Aquilo me tocou bastante na hora, mas eu tinha um compromisso e saí e acabei esquecendo por hora.

   Em outra situação, dias depois eu me lembrei do que ela havia falado e comecei a orar. Sim, a orar pela pessoa que estava com muita raiva. Nossaaaaa

   Como é difícil rs

   Sério! A boca trava, não da vontade de fazer. Mas pensei assim: porque seria fácil? Se fosse fácil, as pessoas sofreriam com isto? Eu estaria sofrendo?

   E orei por aquela pessoa, pedi pra Deus abençoa-la muito mais. Outras vezes orei pela família, ministério, saúde, vida financeira por outras pessoas que tive esta dificuldade e fui orando...

   E DEU CERTO?

   Sim :) muito certo. Glória a Deus!

   Eu comecei a ver as pessoas que eu orava de maneira diferente, algo mudava em mim. Porque quando estamos cheio de sentimentos ruins, a gente espera a outra pessoa sofrer, mas quem sofre somos nós. E quando você se liberta o maior beneficiado, acredite, é você.

   Eu não sou perfeita, as vezes acontecem situações em que eu fico com raiva sim, mas isto não gera mais sentimento nenhum, porque quando eu vejo a pontinha do sentimento eu já começo a orar pela pessoa.

   Mesmo que a pessoa esteja errada, você não pode manter este sentimento dentro de você. Esta atitude foi tão boa pra mim, que com o passar do tempo, estas pessoas vieram e me pediram perdão. Eu pedi perdão também a muitas pessoas e pedi até pra quem tinha me feito mal.

   Eu me senti livre todas as vezes e, se sentir livre é muito melhor do que ter a razão. 

E você, alguma vez já conseguiu vencer este sentimento ou algum outro que queira compartilhar? Eu gostaria muito de saber :) Juntos somos mais fortes!