google-site-verification: googlec3ca64c874ddb39e.html

A Arca de Noé - Poema

05/04/2021

Fechem as portas, fiquem a sós

Este é um momento de solidão.
Estás com medo? Mas digo a vós
Lockdown foi minha permissão.

Quarenta dias, quarentena
Por volta de um ano, tudo fechou
Observe a palavra e entenda
Repito números. Sou quem sou!

Muitas mortes e um juízo
Sou de avisar o que vai acontecer.
Se preparem, pois é preciso
O aviso é dado para se arrepender.

E eis que vem a onda!
As muitas águas serão o meu avivamento.
E vem chegando a onda!
Meu Espírito trará o arrependimento.

Muitos serão lavados
Pois ao chegar a onda
Lavarei todo o pecado.




google-site-verification: googlec3ca64c874ddb39e.html